TEL: +55 11 5079-8411

Saiba como evitar doenças ocupacionais.

[slideshow_deploy id=’3228′]

Multas milionárias às empresas, centenas de milhares de trabalhadores vítimas de acidentes todos os anos e um número crescente de profissionais com doenças crônicas por práticas desenvolvidas no ambiente de trabalho. Este é o cenário brasileiro atual quando o assunto é saúde do trabalhador. Saiba como evitar as doenças ocupacionais e melhorar a qualidade de vida do profissional.

A prevenção é a palavra de ordem. Por isso, a empresa deve se preocupar em usar todos os seus canais de comunicação com o trabalhador para alertá-lo sobre a importância de seguir as normas de segurança, com uso dos equipamentos e postura adequada para o ambiente laboral.

Para atividades de escritório, é fundamental se atentar ao tipo de mobiliário oferecido ao trabalhador para que desenvolva seu trabalho com uma correta acomodação ergonômica. O mal posicionamento ao longo da jornada de trabalho pode gerar complicações crônicas. Para atividades industriais, a manutenção prévia de máquinas e a substituição de aparelhos de proteção dentro dos prazos corretos são fundamentais.

O descanso é fundamental para que o trabalhador não desenvolva transtornos físicos e mentais por excesso de trabalho. Por isso, é preciso que a empresa organize um programa de repouso para que eles recuperem as energias. O cansaço não só gera doenças psicológicas e por esforço repetitivo, como aumenta muito o risco de acidentes de trabalho.

As doenças psicológicas, inclusive, são as principais vilãs da saúde do trabalhador no ambiente moderno de trabalho. Com o uso da tecnologia, acidentes químicos, quedas e ferimentos de variados tipos puderam ser controlados de maneira mais eficaz. Por outro lado, o estresse e lesões por esforço repetitivo se tornam cada vez mais comuns.

Para evitar as chamadas LER, a empresa deve incentivar entre os trabalhadores a prática de atividades físicas regulares, que fortalecem a saúde dos ossos, ligamentos e músculos, partes do corpo mais prejudicadas pela atividade repetitiva. Além do que, a prática de esportes favorece a socialização e a qualidade de vida como um todo.

Sempre que os trabalhadores forem submetidos a exames médicos a pedido da empresa, eles precisam estar a par dos resultados. O setor de recursos humanos deve conscientizá-los de sua condição para que, caso seja necessário, reavaliem seu modo de vida e postura no trabalho.

As empresas têm, junto ao trabalhador, a missão de tornar o ambiente de trabalho um local mais seguro e produtivo.

 

 

 

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO