TEL: +55 11 5079-8411

Manutenção preditiva é garantia de redução de custos

Manutenção preditiva e garantia de redução de custosDurante muito tempo, as manutenções em equipamentos fabris foram feitas apenas em regime de urgência e pelos próprios operários, que não tinham especialização necessária para desempenhar tais tarefas. O resultado disso era um número grande de acidentes de trabalho e perda de qualidade e quantidade na produção.

Com a expansão das fábricas automotivas pelo mundo, a manutenção passou a ser realizada por equipes dedicadas somente a esse trabalho, dando respaldo para a produção. Se o problema da mão de obra qualificada estava sendo resolvido, ainda restava o da perda de potencial produtivo, com a paralisação de máquinas para manutenção.

Com o desenvolvimento tecnológico das últimas décadas e a informatização das fábricas, as equipes de manutenção passaram a fazer mais que apenas um serviço de “SOS” de equipamentos, mas a exercer também um papel de prevenção com as técnicas de manutenção preditiva. Essa técnica aponta o tempo de vida que a máquina ainda tem pela frente, além de indicar as condições necessárias para que ela dure o máximo possível.

Esses procedimentos são capazes de determinar, antecipadamente, a necessidade de manutenção em uma peça específica da máquina. Consequentemente, evita que o equipamento seja levado às pressas para o “pronto socorro”, ou seja, evita quebras e necessidade de consertos emergenciais, que custam mais caro e dão mais trabalho, pela necessidade, em muito casos, de ter de desmontar a peça inteira e retardar a produção.

Para se fazer essa prevenção, é necessário avaliar alguns aspectos que indicam as condições das máquinas. Para isso, são realizados estudos das vibrações, análises dos óleos, análises do estado das superfícies e estruturais das peças. Esse é o que os especialistas chamam de programa básico de vigilância.

Alguns outros procedimentos, embora ainda preditivos, só são possíveis de realizar com o equipamento fora de operação. Em grandes fábricas, as manutenções preditivas, sejam elas com o equipamento em operação ou desligado, chegam a reduzir em um terço os gastos que haveriam com manutenções caso elas fossem somente corretivas.

Além da redução dos custos, a manutenção preditiva evita que as máquinas fiquem paradas por mais tempo e gerando queda de lucratividade. Isso significa ganho nas duas pontas. Além disso, ainda há questões mais subjetivas, como o aumento da confiança e da segurança do trabalhador no seu dia a dia, ao perceber o reduzido número de falhas de equipamentos que poderiam atrapalhar seu rendimento ou mesmo colocar em risco sua saúde.

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO