TEL: +55 11 5079-8411

Falta de higiene das mãos é grande causa de epidemias em locais de trabalho

Higiene das mãos

Em tempos de proliferação de gripes e outras doenças infectocontagiosas, algumas empresas sofrem com o esvaziamento de seu ambiente de trabalho por causa de problemas de saúde dos seus funcionários. Surtos de doenças comuns acontecem com muita facilidade no local de trabalho devido à proximidade entre os colegas e também pela falta de cuidados.

Por isso, a higiene se torna um fator de primeira importância para que as empresas consigam manter a saúde e o bem-estar dos seus trabalhadores e evitar a debandada de pessoas em períodos sazonais por um surto de doenças no ambiente profissional.  Essa higienização pode ser feita de maneira eficiente com alguns procedimentos básicos que envolvem sempre a limpeza das mãos.

Um estudo feito recentemente pela Universidade de Westminster, na Inglaterra, aponta que os secadores de ar quente são grandes colaboradores da transmissão de doenças infectocontagiosas. Os secadores não conseguem ser eficientes em deixar a mão enxuta. A umidade é propícia para a proliferação das bactérias que ainda restam nas mãos depois de lavá-las, mesmo com o uso do sabão.

Além disso, o secador a jato pode espalhar o ar a uma velocidade de 643 km/h, sendo  capaz de lançar microrganismos a uma distância de dois metros e contaminar os demais usuários. Por isso, o ideal é lavar as mãos com água e sabão líquido e enxugá-las com esmero, usando  sempre as toalhas de papel.

É importante saber que, cerca de 80% das infecções se proliferam por meio das mãos. Ao contato frequente e despreocupado com diversos objetos e pessoas, essa parte do corpo se torna muito receptiva aos agentes causadores de doenças infectocontagiosas. Por isso, a lavagem e secagem correta e regular das mãos se torna fundamental, eliminando 99% das bactérias do dia a dia.

COMPARTILHE

DEIXE SEU COMENTÁRIO